segunda-feira, 30 de maio de 2011

Sabia bem ... (I would fancy ...)

... um bom bolo de chocolate, um café e mimos do namorado depois de estar parte da manhã e da tarde no ginásio

... a nice chocolate cake, coffee and cuddling with boyfriend after spending part of the morning and afternoon at the gym 




sábado, 28 de maio de 2011

Chuva (Rain)


Hoje está de chuva
 Today it's raining 


sexta-feira, 27 de maio de 2011

Com Amor - With Love

O que os Finlandeses precisam de saber sobre Portugal
What the Finns need to know about Portugal









O que os Portugueses precisam de saber sobre a Finlândia
What Portuguese need to know about Finland







Amamo-nos ;)
We love each other ;)

quinta-feira, 26 de maio de 2011

De Março a Maio


Fazer obras em casa não é assim tão mau quanto parece e honestamente devia-se fazer mais frequentemente.


Ao fazer estas mudanças foi preciso organização ... muita organização, mesmo que e tenha apenas mudado uma das divisões. Eu tenho uma tendência muito comum entre as mulheres de guardar tudo e mais alguma coisa (voçes muito certamente já disseram a vocês próprias "ah vou guardar isto para quando precisar" e depois nunca voltam a usar aquilo ou quando realmente precisam nunca mais aparece). Quando há obras em casa reparamos na quantidade de coisas que guardamos e que não usamos e é preciso mudar esse hábito que temos.

Eu fiz uma revolução no meu quarto e não acreditava na quantidade de coisas que tinha para aqui e que por e simplesmente andavam esquecidas e abandonadas. Muita coisa foi fora e agora o meu quarto tem um feeling diferente.

Por isso donas de casa desesperadas se querem mesmo ter uma casa impecável pelo menos vão mandando coisas que não usem fora mensalmente que a vossa casa não vai parecer tão caótica quanto isso. Mas eu não vim aqui só para falar de lida da casa. Vim também falar de uma outra coisa com que tenho deparado.

O festival da canção já passou e infelizmente os Homens da Luta não chegaram as finais, mas mesmo assim aquilo fez-me pensar ...

Acho triste a forma como as pessoas criticam sem conhecerem ou entenderem as coisas. Isso vem a propósito dos Homens da Luta porque esse pequeno grupo que apenas queria passar uma mensagem de esperança, de alegria e de que não devemos contentar com a situação do nosso país e ir a rua gritar pelos nossos direitos mas maioria das pessoas viu aquilo como uma palhaçada sem gosto e focaram-se mais na roupa que vestiam, nos penteados e no estilo da música ... que era demasiado folclórico. Para se ter noção da parvoíce das pessoas (e não dos cantores) uma estilista britânica ofereceu-se a dar um "make over" aos Homens da Luta ... porque o look deles era muito á anos 70 ... (Será que ninguém compreende que é esse o objectivo? eles estavam a retratar o Portugal de 74. Aquilo eram personagens criadas para retratar a altura de luta aqui no nosso país).

Será que cada vez mais somos aquilo que temos e o nosso físico? Até que ponto as aparências ganham?

É triste que as pessoas se apressem tanto a julgar os outros e a dizer que os outros são isto ou aquilo sem olharem bem e entenderem que há gente diferente e que devem ser respeitadas e amadas como todas as outras. Sem dialogo nem abertura não se vai a lado nenhum e as piores pessoas são aquelas que não querem ver e entender os outros.

O Mundo é assim, e nunca ninguém disse que era fácil viver nele ... mas há que lutar para ser feliz e ser aceite e amado, por isso camaradas pá A LUTA É ALEGRIA!!



O regresso (The comeback)


Depois de algum tempo a arrumar as ideias (e de algumas mudanças em casa) voltei
After some time uncluttering my head (and some changes in the house) I come back